OCM apresenta concerto com violoncelista Pedro Silva

ocm foto

A Orquestra Clássica da Madeira dá um concerto no dia 15 de Abril, pelas 21 horas, no auditório Sunrise do Hotel Vidamar.  Trata-se de um concerto que estará sob a direcção do jovem maestro Dinis Sousa, e que registará também a participação do solista Pedro Silva, no violoncelo.

O programa contempla a interpretação de obras de Johann Sebastian Bach (Suite Orquestral); de Carl Philipp Emanuel Bach “ (Concerto em Lá Maior WQ 172 para violoncelo solo e orquestra) e de Joseph Haydn (Sinfonia nº 80 em Ré menor).

Os bilhetes para o concerto estão disponíveis no Posto de Turismo da Avenida Arriaga, e custam 20 euros. Os cidadãos séniores pagam 15 euros. Já os associados da ANSA pagam 10 euros e as crianças dos 6 aos 12 anos apenas 5 euros.

Dinis HiRes (c) Francisco Rivotti

Dinis Sousa, o maestro convidado

Dinis Sousa conta já no seu currículo com alguns impressionantes pergaminhos. Vive actualmente em Londres, onde fez uma bolsa de estudo em Direcção de Orquestra na Guildhall School of Music and Drama, estudando com Sian Edwards e Timothy Redmond. Completou o mestrado e licenciatura em piano na mesma escola, com distinção, sob a orientação de Philip Jenkins e Martin Roscoe, enquanto bolseiro da Leverhulme Trust, Countess of Munster Trust e Musician’s Benevolent Fund, entre outras instituições. Começou os seus estudos musicais aos 6 anos, na escola ‘Os Gambozinos’ e, aos 9 anos, ingressou no Curso de Música Silva Monteiro, onde estudou com o Prof. Vasco Abreu.

Foi premiado em diversos concursos enquanto pianista e participou em várias masterclasses com professores como Sequeira Costa, Angela Hewitt, Ronan O’Hora, Richard Egarr e Jean-Sébastien Béreau, entre outros. Tem-se apresentado em instituições como a Fundação Calouste Gulbenkian, Casa da Música, Barbican Hall e Wigmore Hall e gravado para a RDP-Antena 2 e BBC Radio 3.

É fundador e director musical da Orquestra XXI – projecto vencedor do prémio FAZ-IOP 2013, que reúne músicos portugueses residentes no estrangeiro-, com a qual se apresenta regularmente em Portugal. A orquestra tem-se apresentado regularmente nas temporadas da Fundação Calouste Gulbenkian, Casa da Música e Centro Cultural de Belém, recolhendo grandes elogios da crítica especializada. Em Londres, dirigiu vários agrupamentos na Guildhall, tendo preparado a Guildhall Symphony Orchestra para o maestro Bernard Haitink e dirigido a Paixão Segundo S. João, de Bach, no Milton Court Concert Hall. Nas últimas temporadas, tem-se apresentado à frente da Southbank Sinfonia, Haydn Chamber Orchestra e Orquestra Clássica do Sul.

Tem trabalhado com o famoso maestro Sir John Eliot Gardiner, enquanto seu assistente em digressões com a Orquestra Sinfónica de Londres, onde já teve a oportunidade de dirigir a orquestra, e irá também acompanhá-lo no seu próximo projecto com a Orquestra Filarmónica de Berlim.

A 10 de Junho de 2015, foi condecorado pelo Presidente da República, Cavaco Silva, com o grau de Cavaleiro da Ordem do Infante D. Henrique.

ocm

 Solista Convidado: Pedro Silva

Pedro Silva iniciou os seus estudos de violoncelo com Lázsló Szepesi no Conservatório Escola das Artes da Madeira e actualmente é aluno de mestrado na Royal Academy of Music em Londres, sob a tutela de Guy Johnston.

Enquanto músico de orquestra, trabalhou com maestros como Maxim Vengerov, Trevor Pinnock, Semyon Bychkov, Mark Elder e tocou em algumas das mais prestigiadas salas de Portugal, Brasil e Reino Unido.

Como membro do Tagus Quartet, participou recentemente numa masterclass com András Keller no Wigmore Hall e teve a oportunidade de tocar o octeto de Mendelssohn com o Doric String Quartet na Royal Academy of Music.

Com um dos membros fundadores do Anglo-Portuguese Ensemble, tocar regularmente na Our Lady of the Assumption and St Gregory Church em Warwick Street, Londres.

Em 2014 foi vencedor do Solo Bach Prize for cello da Royal Academy of Music pela sua interpretação da III Suite de Bach para violoncelo.

Projectos futuros incluem concertos de música de câmara no BBC Proms 2016, Oxford Lieder Festival e uma série de concertos no Festival Internacional de Marvão com o Anglo-Portuguese Ensemble.

Pedro estuda em Londres com o apoio da William Sterndale Bennet Schorlaship, Countess of Munster e Help Musicians UK award.