Raúl Castro e Obama: estranho aperto de mão

|AF|

Parece que Castro se recusa a abraçar Obama, mas na realidade procurou levantar a mão do presidente norte-americano em sinal de vitória, com o punho cerrado, um símbolo esquerdista –  mas Obama preferiu deixar o pulso mole e a mão aberta.