Fotógrafo madeirense conquista medalhas de ouro e prata em campeonato mundial

zé diogo, diamantino jesus ddiarte
Diamantino Jesus (à direita) e Zé Diogo formam a dupla de fotógrafos DDiArte.

Portugal sagrou-se campeão mundial de fotografia ao vencer a World Photographic Cup 2016 com quatro medalhas e um dos principais responsáveis por esta proeza é o madeirense Diamantino Jesus.

O fotógrafo obteve as melhores classificações para a equipa, ao conquistar as medalhas de ouro e prata nas categorias Comercial e Ilustrativa/Arte Digital, respetivamente, galardões que foram entregues, esta segunda-feira, em Santa Maria da Feira.

Foi com um trabalho para uma festa de Carnaval – uma máscara construída com corpos nus – que Diamantino Jesus obteve o ouro. Jorge Bacelar levou o bronze em Reportagem e Hélder Couto em Casamento.

Portugal venceu o maior certame mundial de fotografia ao apresentar a equipa de fotógrafos profissionais mais premiada entre as seleções dos 27 países em competição.

A terceira edição da prova realizou-se este ano no centro de congressos Europarque, em Santa Maria da Feira, onde a seleção nacional se sagrou vencedora graças aos pontos acumulados por sete fotógrafos finalistas, três dos quais medalhados: Diamantino Jesus, Jorge Bacelar e Hélder Couto.

Na noite anterior, os portugueses Rui Caria e Jorge Bacelar tinham já arrecadado as câmaras de prata e bronze, respetivamente, em Reportagem/Fotojornalismo na competição para Fotógrafo Europeu do Ano.

A seleção de profissionais foi proposta a concurso pela Associação Portuguesa de Profissionais de Imagem, cujo presidente, Rui Teixeira, declarou na cerimónia que “isto é um sonho tornado realidade”.

Portugal classificara-se em 3.º lugar em 2014, na estreia da competição, e no ano passado subira ao 2.º.

Na edição deste ano, a seleção russa ficou em segundo lugar e em terceiro a eslovaca.