‘Fusão’ do Arquivo com a Biblioteca mantém directora

arquivo
Foto JF-Santo António.

Através de Portaria publicada a 19 de fevereiro último, dos Secretários Regionais das Finanças e da Administração Pública e da Economia, Turismo e Cultura, foi criado o Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira, no âmbito da Direção Regional da Cultura.

Tratou-se de uma espécie de ‘fusão’ dos dois serviços pelo que o Governo Regional teve e nomear uma directora única.

Segundo despacho hoje publicado, a escolha recaiu sobre Maria Fátima Araújo de Barros, Técnica Superior do Sistema Centralizado de Gestão afeta ao Arquivo Regional da Madeira, que vai dirigir o Arquivo Regional e Biblioteca Pública da Madeira, equiparada para todos os efeitos legais, a Diretora de Serviços.

Despois de ter sido nomeada, a 2012/03/09, Subdiretora Regional dos Assuntos Culturais, Fátima Barros regressou, em 2014/01/01, à carreira ficando afeta ao Arquivo Regional da Madeira.

Fátima Barros é licenciada em História pela Universidade de Coimbra e tem o Curso de Especialização em Ciências Documentais – opção Arquivo, pela Universidade Clássica de Lisboa.