Taekwondo homenageia Luís Miguel Sousa em dia de exames de graduação

luismiguelsousa3

A Associação de Taekwondo da Madeira promoveu ontem exames de graduações de Kup (aluno) em diversos escalões de aprendizagem e, na oportunidade, aproveitou para homenagear com uma placa comemorativa o empresário Luís Miguel Sousa, pelo seu apoio à modalidade na Região Autónoma da Madeira.

Os exames realizaram-se no Marítimo, entre os atletas daquele clube, alguns dias depois de exames similares se terem realizado na sala da piscina da Camacha, onde treinam os atletas de Taekwondo do clube Unidos da Camacha.

luismiguelsousa1

Recorde-se que a Associação de Taekwondo da Madeira mantém ainda uma escola em Santana.

Ontem, nas instalações do Club Sport Marítimo em Santo António, o Taekwondo contou com a presença do conhecido armador madeirense, que recentemente ofereceu, através do Grupo Sousa, um amplo  tatami (tapete) específico para artes marciais, de que a modalidade vinha carecendo e que oferece outras condições de segurança para a realização de treinos e competições. O respectivo transporte do continente até à RAM foi também patrocinado pelo Grupo.

ATKDM
Taekwondo: além da vertente dos combates (na foto), realizam-se também competições de execução técnica

O presidente da Associação de Taekwondo da Madeira, Mário Rodrigues, 4º Dan, ofereceu a Luís Miguel Sousa uma placa de homenagem e os atletas aplaudiram o patrocínio a esta arte marcial que conta progressivamente com novas condições para se implantar na ilha da Madeira.

O Taekwondo conta já com alguns cintos negros na Região e regista cerca de cinquenta atletas a treinar com assiduidade, repartidos pelos três clubes existentes, filiados na Associação e na Federação Portuguesa de Taekwondo.

O reconhecimento, por parte da sociedade civil, da importância das artes marciais, do seu potencial educacional e motivacional e do modo como podem ser encaradas como qualquer outro desporto é essencial para desmistificar ideias erradas a respeito. Trata-se de escolas de autodomínio, e não de violência.

As graduações recentes vêm revelar que os atletas estão também empenhados na modalidade. O Taekwondo estará em breve presente em campeonatos nacionais, como aliás já esteve anteriormente. Os praticantes madeirenses ambicionam melhorar os seus resultados.

As idades dos praticantes na Madeira são muito díspares, abrangendo desde a mais tenra idade até perto dos 50 anos, o que mostra bem que esta arte marcial – que é aliás também um desporto olímpico, como acontece com o Judo – pode ser praticada por qualquer um, com benefícios evidentes a nível da confiança, da forma física e da capacidade de autodefesa.