Pediatra Amélia Cavaco preside à Comissão Regional de Vacinação

amélia CavacoUm despacho do secretário regional da Saúde, João Faria Nunes constituiu a Comissão Regional de Vacinação (CRV), grupo técnico consultivo do Instituto de Administração da Saúde e Assuntos Sociais, IP- RAM.

A comissão será presidida pela médica Maria Amélia Cavaco, Médica da Carreira Especial Médica com a Especialidade de Pediatria.

Fazem ainda parte da Comissão Maurício Melim, Médico da Carreira Especial Médica, com a Especialidade de Saúde Pública e Delegado de Saúde do Funchal; Ana Clara Silva, enfermeira supervisora, responsável pela área de estudos e informação em saúde do IASAÚDE, IP-RAM; Ana Sá, Médica com a Especialidade de Medicina Geral e Familiar, a exercer funções no Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira, E.P.E.; Ana Maria Gouveia, Enfermeira Chefe com a Especialidade de enfermagem comunitária; Maria da Luz Reis, Médica da Carreira Especial Médica com a Especialidade de Medicina Interna; Margarida Monteiro, com a Especialidade de Medicina Geral e Familiar, a exercer funções no Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira, E.P.E.; e Helena Jardim, Técnica Superior de Saúde de Farmácia.

São colaboradores permanentes da CRV Ana Paula Reis, Médica da Carreira Especial Médica, com a especialidade de Medicina Interna, coordenadora da Unidade de Doenças Infeciosas do Hospital Central do Funchal; e Ricardo Crawford Nascimento, Médico da Carreira Especial Médica com a Especialidade de Pneumologia, diretor do Serviço de Pneumologia do Hospital Central do Funchal.

O despacho lembra que os elementos que integram a CRV ou que com esta sejam chamados a colaborar exercem as suas funções no seu horário de trabalho, não lhes sendo devida remuneração adicional, mas têm direito à afetação de tempo específico para a realização dos trabalhos, bem como ao abono de ajudas de custo e deslocações suportadas pelas instituições de origem ou pelo IASAÚDE no caso de elementos que não exerçam funções públicas.

O mandato dos elementos da CRV é de quatro anos, renovável por iguais períodos.

A CRV tem como funções: a) Acompanhar, adaptar, monitorizar e avaliar as estratégias vacinais, no âmbito da política de vacinação nacional e o seu desenvolvimento a nível regional; b) Dar parecer técnico sobre a(s) estratégia(s) de vacinação a adotar em relação a cada vacina, integrada ou não no Plano Nacional de Vacinação (PNV); c) Dar parecer técnico sobre o Programa Nacional de Vacinação e respetivas vacinas, em estreita articulação com a Direção-Geral da Saúde; d) Pronunciar-se sobre o quadro legislativo português no que respeita à vacinação; e) Propor e acompanhar o desenvolvimento de estudos na área da vacinação e das respetivas doenças; f) Pronunciar-se sobre as necessidades de formação e respetiva metodologia na área da vacinação; g) Aconselhar medidas de exceção, em termos de vacinação, caso ocorram surtos ou outras circunstâncias que o justifiquem.