Afinal, havia a outra!

fortaleza do picoAfinal, sempre havia a outra. No alto da Fortaleza do Pico, já se encontra hasteada a bandeira da Região ao lado da nacional, como é da praxe.

O Estepilha testemunhou e assinala, como é seu dever, a reposição do símbolo regional no edifício histórico, que em meados do ano passado passou da tutela de Lisboa para o património da Madeira, no decurso de um processo que envolveu contrapartidas, entre elas a cedência de uso de espaços no edifício 2000 por serviços do Ministério da Justiça.

Conforme havíamos dado conta na passada semana, a bandeira da Região há algum tempo que desaparecera do mastro, deixando o castelo a exibir apenas a bandeira nacional, facto que originou estranheza em alguns leitores mais atentos. Falta de atenção ou descuido, a verdade é que a ausência não caía bem depois de tantos anos a reivindicar a posse da fortaleza.

A modéstia impede o Estepilha de assegurar que o regresso da bandeira se deveu ao seu reparo, mas sublinha que as autoridades estão atentas às críticas positivas.

Resolvida a questão da bandeira e reposta a legalidade, resta agora dar um destino e manutenção condignos à fortificação filipa do séc. XVII, cuja principal atração, para além do seu valor histórico e patrimonial, é a vista panorâmica sobre a cidade do Funchal.