PSD denuncia PS por anunciado corte de prestações sociais

 

PSD

O PSD Madeira defende uma política de realismo junto da população, afirmam os candidatos desde partido, pela Madeira, à Assembleia da República.
Hoje, numa visita ao Bairro da Nogueira, na Camacha, a candidata à Assembleia da República Rubina Berardo afirmou que Portugal voltou a reconquistar a sua credibilidade, quer ao nível externo, quer interno, junto dos seus cidadãos.

Contudo, salientou que os portugueses não se podem resignar na luta contra as desigualdades sociais, sendo a justiça social a base da social-democracia. E também aqui é necessário que exista credibilidade, afirmou Rubina Berardo.

“ Perguntamo-nos como é possível que o líder do PS tenha apresentado na semana passada o objetivo de cortar nas prestações sociais não contributivas na ordem dos mil milhões de euros, sem explicar a todos os portugueses como iria fazer isto”, disse.

Segundo a candidata, não se sabe se esta intenção terá em vista o Rendimento Social de Inserção, se as pensões sociais e rurais, se o abono de família ou outras.
Rubina Berardo espera que os portugueses não tenham a necessidade de ter a resposta a esta questão, acreditando que o PSD irá continuar a fazer parte de uma solução construtiva para o país.