Ameaça de incêndio na zona velha faz sair bombeiros e polícia

fogo1

Uma situação de fogo na churrascaria de um restaurante situado na zona velha da cidade do Funchal, na Travessa do Caetano, entre a Rua Bela de São Tiago e a Rua de Santa Maria, fez sair hoje, por volta das 19h30, os Bombeiros Municipais do Funchal para aquela área, respondendo rapidamente ao que poderia sem dúvida tornar-se uma ameaça para as casas circundantes, naquele denso emaranhado de residências e estabelecimentos de restauração e bebidas.

A Polícia de Segurança Pública, de forma célere, isolou a rua onde se situava o restaurante em questão, para que os bombeiros pudessem trabalhar à vontade. Estes apresentaram-se no local com um auto-tanque e uma ambulância, preparados para o pior, mas felizmente não houve feridos, nem necessidade de assistência médica. Tudo se resumiu a um susto, mas houve a preocupação de agir com calma, de forma a tranquilizar as pessoas.

Chegou a gerar-se algum fumo, resultante das chamas que foram rapidamente extintas pelos bombeiros, na churrascaria, e que ficaram circunscritas àquele espaço. Contactado o chefe Alberto Vieira, dos Bombeiros Municipais do Funchal, o mesmo declarou que o que entrou em combustão foram, provavelmente, apenas certas gorduras acumuladas no interior da chaminé, dado que não foram descobertas nenhumas outras potenciais fontes de combustão.

Os moradores da zona continuaram as suas rotinas, embora a presença das forças de socorro e de segurança tenha gerado, naturalmente, um certo aparato.

fogo3