Grupo Pestana motiva troca de palavras entre José Prada e José Manuel Coelho

SONY DSC

O voto de protesto do PTP contra a “permissividade do novo Governo de Miguel Albuquerque” em relação à britadeira do grupo AFA no leito da ribeira da Serra de Água foi hoje rejeitado pelo PSD na Assembleia Legislativa da Madeira (ALM).

Todos os partidos da oposição votaram a favor do voto de protesto do PTP, à excepção do CDS, que se absteve.

O deputado do PSD, Gualberto Fernandes disse que “não é com esta postura constante de calúnia e de maldizer que levamos a sério o PTP”.

Já antes, numa troca de palavras entre o deputado José Manuel Coelho (PTP) e José Prada (PSD), este acusou aquele que a sua obsessão com o grupo Pestana tem a ver com o facto da sua filha não ter sido admitida no grupo.

No período de antes da ordem do dia, a deputada do PSD, Cláudia Gomes fez uma intervenção sobre política e emprego.

O plenário rejeitou, pela maioria do PSD e com os votos a favor da oposição, a apreciação, com processo de urgência, do projeto de decreto legislativo regional da autoria do PCP, intitulado “Criação do eco-parque marinho do Funchal – paisagem protegida”.

O plenário aprecia, neste momento, o projeto de decreto legislativo regional da autoria do PCP, intitulado “Resolução dos problemas de colonia”, apresentado com processo de urgência.

Os deputados aprovaram por unanimidade a baixa do projecto à comissão especializada.