Ladrão com longo “currículo” detido pela PSP ficou em prisão preventiva

A Polícia de Segurança Pública da Madeira dá conta da detenção, fora de flagrante delito, de um cidadão do sexo masculino, com a idade de 34 anos, natural e residente no Funchal, pelos crimes de furto, furto qualificado e roubo.

Segundo o Comando, no âmbito de diligências policiais de investigação desenvolvidas pela Divisão Policial do Funchal a diversos furtos em arrecadações, garagens habitacionais, viaturas e estabelecimentos comerciais ocorridos na área da cidade do Funchal, foi possível reunir e consolidar elementos de prova que conduziram à identificação do suspeito.

Nestes termos, foi solicitado à autoridade judiciária a emissão de um mandado de detenção fora de flagrante delito para o cidadão visado, tendo em vista a sua apresentação ao juiz de instrução criminal, o qual foi cumprido no dia de ontem.

Perante as provas periciais e testemunhais apresentadas, as quais foram recolhidas em 14 processos-crime distintos, tendo em conta que o cidadão detido fazia de modo de vida o cometimento deste tipo de ilícitos, foi-lhe aplicada a medida de coacção de prisão preventiva.

O mesmo indivíduo está referenciado em, pelo menos, mais 20 processos distintos, os quais irão prosseguir em investigação pela Polícia de Segurança Pública.

Com esta detenção a Divisão Policial do Funchal acredita ter contribuído para o restabelecimento da ordem na zona do Bairro do Hospital, local de acção prevalecente do dito indivíduo.

O Comando Regional da PSP Madeira aproveita a ocasião para relembrar a importância de dar conhecimento imediato às autoridades policiais sempre que existe notícia de um crime, possibilitando assim o rápido desenvolvimento de diligências que conduzam ao sucesso das investigações, identificação dos seus autores e recuperação do produto furtado.