PCP reuniu-se com Associação Sindical dos Profissionais da Polícia

O PCP realizou hoje uma reunião com a Delegação Regional da Associação Sindical dos Profissionais da Polícia (ASPP/PSP), para abordar a necessidade do reforço de meios humanos para PSP e também a remodelação e construção de novas esquadras da PSP na Região.

 No final da reunião o deputado do PCP, Ricardo Lume, considerou que a PSP desempenha uma função essencial para garantir a segurança das populações.

“Numa altura em que tanto se fala nos problemas de insegurança na Região é necessário a par de uma política interdisciplinar para combater as causas destes problemas, mas também é preciso garantir o reforço do número dos agentes da PSP na Região, a dignificação das suas carreiras, e assegurar as condições físicas e materiais de trabalho”, refere uma nota dos comunistas.

A redução do número de agentes da PSP na Região Autónoma da Madeira ao longo dos últimos anos, veio diminuir o policiamento de proximidade, com todas as consequências que tem para a segurança pública.

Na Região existem cerca de 750 agentes da PSP dos quais um terço tem mais de 56 anos de idade.

Segundo dados divulgados pelas associações representativas dos agentes da PSP, o Comando Regional da Madeira necessitava de mais 150 polícias, para assegurar o seu normal funcionamento.

O Governo da República anunciou um reforço de 36 agentes da PSP para o Comando Regional da Madeira um número claramente insuficiente.

“Um outro problema que necessita de imediata resolução é a renovação das esquadras da nossa Região nomeadamente as do Porto Santo, da Calheta, de Câmara de Lobos, de Machico, Santa Cruz e Ponta do Sol, pois têm ao longo dos anos agravado as suas condições de degradação”, refere o PCP.

Também é necessário garantir a reabertura de postos da PSP nas freguesias de Santo António e em São Martinho assim como assegurar a construção de uma esquadra da PSP na freguesia do Caniço.

É incompreensível que estas três freguesias que têm em média mais de 20 mil habitantes não tenham uma esquadra da PSP.

Para dar resposta estas necessidades o PCP apresentou em sede de discussão na especialidade do Orçamento de Estado para 2023 uma proposta que garante que o Governo da República, assegura o reforço dos meios humanos para o Comando Regional da PSP e uma outra proposta para o desenvolvimento do Plano de Remodelação e Construção de Novas Esquadras da PSP na Região Autónoma da Madeira, acompanhado do correspondente cronograma operativo.