Vários drones envolvidos em exercício na costa norte da Madeira

Decorre na próxima semana um exercício, o DRONEX 22, na costa norte da Madeira, entre Santana e Porto Moniz, refere uma nota do Comando Operacional da Madeira (COM).

Entre os dias 20 e 22 serão simulados vários cenários para utilização dos sistemas aéreos não tripulados na recolha e partilha de imagens da costa norte, sendo a primeira vez que drones de categorias diferentes operam em simultâneo na mesma área.

Toda a informação recolhida será enviada e processada no Centro de Operações do Comando Operacional da Madeira, a partir de onde será coordenado todo o exercício. É a primeira vez que são utilizados vários drones a transmitir imagens para o mesmo local simultaneamente, refere-se.

O principal objectivo do DRONEX é testar a interoperabilidade de drones de diferentes classes a contribuir para um objectivo comum, estando prevista a utilização de oito drones: cinco do Comando Operacional da Madeira, dois da Esquadra 991 da Força Aérea Portuguesa e um do Centro de Informações e Segurança Militar.

Também participam em parte do exercício quatro drones da Agência Regional para o Desenvolvimento da Investigação, Tecnologia e Inovação (ARDITI), para recolher imagens que complementam as dos outros drones.

O Serviço Regional de Protecção Civil, e as zonas Militar e Marítima da Madeira estão também envolvidas no Dronex22.

Aproveitando a presença de sistemas aéreos não tripulados de várias classes, e tendo como mote “o voo de drones na Madeira, desafios e oportunidades”, vai decorrer no dia 20 de Novembro, um “encontro” nas instalações do Comando Operacional da Madeira. Pretende-se, num ambiente de confraternização, trocar experiências e conhecimentos entre operadores, para troca de conhecimentos, estando prevista uma exposição estática dos drones militares que participam no exercício e uma demonstração de capacidades. O encontro decorre entre as 10 horas e as 14 horas.