Doente paga 700 euros numa clínica do Funchal para resolver uma unha encravada

A saúde é um bem precioso, já todos os sabem. Felizmente, porque o setor público não consegue dar resposta, em tempo célere, a todas as solicitações, a medicina privada é seguramente uma mais-valia em qualquer parte do mundo. Mas há unidades privadas no setor a praticar preços que verdadeiramente escaldam e chocam. O Funchal Notícias foi alertado, com provas documentais, para o facto de uma pequena cirurgia a uma unha encravada, numa clínica do Funchal, que demorou 10 minutos, ter custado a faraónica quantia de 700 (setecentos) euros.

O doente, que se viu obrigado a resolver o problema no privado, após passagem pelo centro de saúde da sua residência, estava à espera de pagar os custos acrescidos de um serviço privado. Mas admite ao FN a sua “perplexidade” e “indignação” quando lhe foi comunicado o valor exato para uma pequena cirurgia de 10 minutos, com anestesia local e uma hora de observação, após a qual regressou à sua residência e está ainda hoje a ver se o problema está mesmo sanado.

O alerta para estas situações não é de hoje apenas. Acredita-se que a maioria das instituições privadas trabalham com seriedade e com valores tabelados razoáveis – naturalmente a compensar a rentabilização do investimento na saúde privada. Mas há casos que merecem a regulação mais ativa das entidades públicas e de outros habilitados para o efeito.