MPT propõe que verbas da derrama apoiem programa de pequenas cirurgias

O MPT veio propor hoje que o Funchal apoie um programa de apoio às pequenas cirurgias. “Os principais problemas do Serviço Regional de Saúde são bem conhecidos: elevadas lista de espera, e demora no atendimento nas Urgências”, refere o MPT.

“De acordo com um recente inquérito do MPT, o sector da Saúde é considerado por 34% dos inquiridos como sendo o sector onde o Governo Regional mais erra.  O MPT propõe melhorar o problema da Saúde, nomeadamente o das listas de espera no Funchal através de um programa de apoio a pequenas cirurgias. A fonte de recursos deste programa seria a Derrama: uma taxa aplicada às empresas lucrativas que incide principalmente sobre grandes empresas”, propõe o partido.

O MPT sentencia que ninguém tem qualidade de vida sem saúde, por isso é importante e urgente tomar medidas para que os doentes tenham o tratamento necessário à sua recuperação.

Muitas das vezes as doenças são incapacitantes impedindo que o cidadão trabalhe, e isso tem custos na economia e na Segurança Social.

“Nunca se ouviu falar na Região de empresas que tenham mudado a sua localização devido à Derrama, pelo que voltar a instaurar a Derrama não afecta a economia do Funchal. Mais ainda, o MPT sugere que todos os concelhos regionais aloquem o dinheiro da Derrama em programas de apoio a pequenas cirurgias”, refere o partido. 

“O cidadão pode apoiar esta iniciativa participando na sondagem publicada nas páginas do Facebook do Ocorrências da Madeira e do Ocorrências CM”, propõe.