Estepilha: para ter “melhor” é preciso plantar…

Rui Marote
Na passada semana, nas paragens dos autocarros, os outdoors apareceram com um novo visual destacando a palavra “MELHOR”. Isto no âmbito de uma campanha de um partido político.
O Estepilha é democrata e não tem a missão de deitar pedra em campanhas publicitárias. Cada um investe no que entende, e diz-se que quem semeia colhe…
Mas a insistência na palavra “Melhor” levou-nos a meditar sobre a origem etimológica: (latim melior ,-oris comparativo de bonus,-a ,um, bom)
adjectivo

1. Comparativo de superioridade de bom; mais bom.

2. Superior a outro em quantidade ou bondade.

substantivo masculino

3. O mais importante ou interessante.

4. O mais convenientesensatoprudente ou acertado.

substantivo de dois gêneros

5. Pessoa que é considerada superior a outras.

advérbio

6. Comparativo de superioridade de bem; mais bem.

7. Preferentemente.

interjeição

8. Exprime regozijo ou satisfação, por vezes com alguma indiferença. = AINDA BEM, TANTO MELHOR

E pronto: lá vem o Estepilha com as suas historietas. Conta-se, numa conhecida anedota, que quando o  Porto Santo recebeu o primeiro navio de carga na inauguração do porto, os tripulantes perguntaram aos porto-santenses: Há muita agricultura? “Sim senhor, da melhor!” Há uvas? “Sim senhor, da melhor!”

E bananas? “Sim senhor, da melhor!” E couves? “Não conhece? É da melhor…!” Os tripulantes contemplavam os picos e os rochedos e exclamavam: – Mas não estamos a ver nada… “Sim senhor”, respondem o homem, “é preciso plantar…”

Estepilha, não esqueçamos que ir desta para melhor também significa… morrer! Cuidado com as frases de campanha…

Até porque na Madeira todos enfermam da mesma doença. Aqui é tudo do melhor. Quem recorda  a melhor relva e a melhor luz eléctrica do país? Era no estádio dos Barreiros. E quanto à melhor sala de espectáculos? Era o Cinecasino.
A melhor central dessalinizadora era a o do Porto Santo, a melhor da Europa.
A fabrica das moscas era a melhor do mundo.
A central de algas no Porto Santo era também a melhor do mundo.
E a Madeira era pioneira no abastecimento de gás natural liquefeito no porto do Funchal
Sempre fomos os melhores… mas nada funciona…