Voo que trazia Catarina Martins, do BE, foi divergido para Lisboa

foto Rui Marote (arquivo)
Catarina Martins, dirigente do Bloco de Esquerda, foi uma das mais recentes vítimas dos condicionalismos que afectam o aeroporto da Madeira. O Bloco de Esquerda, através da sua coordenadora regional, Dina Letra, informa que “devido às condições climáticas que se fizeram sentir hoje [sexta-feira] no aeroporto da Madeira” o avião que trazia Catarina Martins “divergiu para Lisboa”.
Por isso teve de ser cancelada a iniciativa agendada para amanhã no Mercado dos Lavradores, com a coordenadora nacional do BE.
Os condicionalismos que os ventos colocam ao Aeroporto da Madeira têm causado toda a sorte de complicações e ajudado ainda mais à confusão aeroportuária que afecta também o país e a Europa.