José Manuel Rodrigues reclama continuidade territorial para as comunicações

O presidente da Assembleia Legislativa da Madeira defendeu, hoje, que os arquipélagos portugueses devem as mesmas condições, do território continental português, de acesso às comunicações. José Manuel Rodrigues esteve presente na inauguração do Centro de Monitorização do Espectro da ANACOM – Autoridade Nacional de Comunicações na Região, vincando que “comunicações fiáveis e a preços razoáveis são fundamentais para o desenvolvimento de uma economia insular e ultraperiférica, como é o caso da Madeira”.

“A questão do ‘roaming’ e do cabo submarino, que deve ser suportado por receitas provenientes do leilão do 5G, são de inteira justiça e têm de ser um compromisso do Estado para com os portugueses das Ilhas”, reforçou. Por isso José Manuel Rodrigues salientou que “para além da continuidade territorial que muitas vezes reclamamos em termos de ligações aéreas e marítimas, a continuidade territorial em termos de comunicações é absolutamente vital para o nosso arquipélago”.

A finalizar, felicitou o investimento e a supervisão que a ANACOM tem feito na Madeira, que permitiram “baixar o preço” e melhorar a qualidade das comunicações.