PSP madeirense bem classificada no XIII Fórum de Polícia Técnica e Ciência Forense

A Polícia madeirense participou no passado dia 3 de Novembro no XIII Fórum de Polícia Técnica e Ciência Forense, organizado pelo Departamento de Investigação Criminal da Direcção Nacional da Polícia de Segurança Pública.

Devido à situação de pandemia, este evento, foi realizado pelo segundo ano consecutivo no formato “online”. Estiveram em comunicação representantes, peritos e técnicos das Secções de Polícia Técnica  Forense de todos os Comandos da Polícia de Segurança Pública.

O Fórum de Polícia Técnica e Ciência Forense já está devidamente consolidado e tem como objectivos principais apresentar e analisar os dados estatísticos do trabalho desenvolvido no ano anterior pelas diversas Secções de Polícia Técnica Forense da PSP; trocar conhecimentos técnico-científicos entre os especialistas, e apresentar e traçar objectivos para os anos seguintes.

O Comando Regional da Madeira salienta que os técnicos/peritos das Secções de Polícia Técnica Forense da Polícia de Segurança Pública são Polícias com formação especifica na área da inspecção judiciária aos diversos cenários de crime, bem como na análise / perícia dos diversos vestígios recolhidos, e que contribuem para que os autores dos diversos crimes sejam responsabilizados em sede de julgamento pelos actos praticados.

Da análise ao trabalho técnico / pericial desenvolvido durante o ano de 2020, verificou-se que a Secção de Polícia Técnica Forense do Comando Regional da Madeira obteve a classificação de S.P.T.F. / Comando com melhor desempenho, situação que se repete pelo quinto ano consecutivo.

Nos 13 anos em que este Fórum é realizado, a Secção de Polícia Técnica Forense do Comando Regional da Madeira da Polícia de Segurança Pública obteve a classificação de melhor desempenho em oito anos (2008, 2009, 2010, 2016, 2017, 2018, 2019 e 2020).

A Secção de Polícia Técnica Forense do Comando Regional da Madeira da Polícia de Segurança Pública é composta por cinco Policias especialistas, tendo iniciado as suas funções em 16-10-2001, efetuando os respectivos exames aos diversos cenários de crime ocorridos na RAM, sempre que para tal sejam solicitados, e, cuja competência para desenvolver a investigação seja deste OPC.

Desde 2013 que os dois Peritos Lofoscópicos efectuam as respetivas perícias aos vestígios recolhidos, após Despacho da Autoridade Judiciária competente.

Desde meados de Junho do presente ano, após a instalação do Pólo Descentralizado da Madeira do Laboratório de Polícia e Ciência Forense, que esta Secção, através dos seus dois peritos, realiza perícias digitais a meios de comunicação móveis.