Autoridade Marítima descreve em pormenor o ocorrido na Praia Formosa

A Autoridade Marítima Nacional enviou uma foto diferente da derrocada da Praia Formosa, e um relato detalhado do ocorrido. O alerta foi recebido cerca das 19h00, através da PSP, a informar que tinha ocorrido uma derrocada junto à praia, tendo sido de imediato activados para o local elementos do Comando-local da Polícia Marítima do Funchal, reza uma nota. Para o local deslocaram-se igualmente meios da Cruz Vermelha Portuguesa, dos Bombeiros Voluntários do Funchal, dos Bombeiros Voluntários de Câmara de Lobos, bem como uma Equipa Médica de Intervenção Rápida (EMIR).

As vítimas encontravam-se a caminhar no passeio junto à praia da Formosa, quando foram surpreendidas por uma derrocada que lhes causou ferimentos ligeiros, tendo as mesmas sido assistidas e transportadas para uma unidade hospitalar pelos elementos da Cruz Vermelha Portuguesa, refere a AMN.

Pelo que foi possível apurar, não se encontrava mais ninguém no local na altura da derrocada, tendo sido efectuadas buscas por eventuais vítimas por uma equipa cinotécnica dos Bombeiros Voluntários do Funchal e uma da PSP.

Entretanto, foi interditado o acesso ao local onde ocorreu a derrocada e contactado o Governo Regional da Madeira, que avaliará a situação e procederrá à remoção das rochas e à limpeza do espaço.

O Comando-local da Polícia Marítima do Funchal tomou conta da ocorrência.