Estepilha: todos têm culpa no cartório nas buraqueiras que abundam no Funchal

Rui Marote
Só é cego aquele que não quer ver ! Executivo, vereadores, deputados  municipais, Juntas de Freguesia e oposição. Todos tem culpa na cartório. “Quem nunca pecou que atire a primeira pedra”
Há certas anomalias no centro da cidade para as quais ninguém chama atenção. O Estepilha, que não é cego, vai alertando como cidadão.
Temos eleições à porta e todos querem fazer parte daquela montra, ocupar funções e ostentar títulos muitas vezes adicionados a privilégios. No dia da posse fazem juramento de “cumprir os meus deveres…!!!” Quais ? Alguns nem lá põem os pés até atingirem o limite de faltas. Nem abrem o “bico” pois desconhecem a agenda. Recebem alguns euros sem nada produzir.
Vamos o que interessa, os alertas (sujeito-me alegremente a ser apelidado jornalista dos “buracos”).
A Avenida Arriaga tem o passeio em frente ao edifício Infante transformado em estaleiro de obras há mais de dois meses. Serve de depósito de areia e pedrinhas de calcário e basalto que restaram quando no mês de Maio recuperaram o passeio. A Rua das Aranhas está esburacada com os paralelepípedos acumulados aguardando o seu calcetamento. Os nossos autarcas quando por lá passam vão conduzidos por outro cego. As fotos são elucidativas.
O Estepilha dá um conselho: “Se não queres servir dá lugar a outro”.