Candidata Helena Freitas propõe-se revitalizar São Vicente

‘Mais Vida em São Vicente” é o mote da candidata socialista Helena Freitas à Câmara Municipal local. A mesma acredita que pode dar um forte contributo na dinamização do município, tendo como claro objectivo o combate ao despovoamento e a busca por uma maior qualidade de vida para a população local.

Helena Freitas compromete-se a “fazer um trabalho sério que dê mais vida a São Vicente”, combatendo o grande inimigo dos concelhos do Norte: o despovoamento.

Para tal, considera necessário desenvolver programas que criem postos de trabalho, que dinamizem e fixem os jovens no concelho. A candidata enumerou um conjunto de medidas que pretende ver implementadas pelo executivo por si liderado.

Nos sectores da agricultura, no turismo e social, propõe-se criar mais postos de trabalho e desenvolvimento de dinâmicas para atrair novas empresas e novos investidores.

Helena Freitas sublinha: “O projecto que encabeço pretende apostar de forma decisiva na revitalização de São Vicente, em trazer novas dinâmicas e vida para a vila”, destacando a importância da reabilitação do património como forma de promover mais e melhor habitação para as famílias e para os jovens.

“Sem pessoas não há criação de riqueza nem desenvolvimento. Para conseguirmos fixar os jovens e atrair novas famílias temos de criar as condições para que haja habitação de qualidade a custos reduzidos, e temos de fazer o possível para haja a criação de novos serviços em São Vicente”, frisou.

Por outro lado, quer “dar mais vida à agricultura de São Vicente com a criação de um mercado onde as pessoas possam expor e vender os seus produtos”, criando uma política de incentivo para a produção de agricultura biológica, e uma política que incremente o plantio de novos produtos, bem como a criação de um plano de escoamento dos produtos agrícolas.

Durante os últimos 4 anos, acusou, São Vicente assistiu a um completo desmazelo por parte da actual vereação, dizendo mesmo que “muito foi prometido em 2017, mas pouco foi feito desde então”.