Presidente da República chega à Madeira com mensagem de esperança para o turismo

Marcelo Rebelo de Sousa chegou esta noite ao Aeroporto da Madeira, numa visita destinada a assinalar, na Região, o 10 de Junho, Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. Na sua agenda constam diversas reuniões, encontros e cerimónias. À chegada, o chefe de Estado foi recebido pelos titulares dos órgãos de governo próprio da Região, e também pelo representante da República.

Em comentários prestados à chegada, Marcelo Rebelo de Sousa referiu-se às circunstâncias da pandemia de Covid-19, considerando que a decisão britânica de tirar Portugal da “lista verde” é injustificada, mesmo com o argumento da variante indiana. Considerou, por outro lado, que a Madeira está, de facto, numa situação diferente (pela positiva) da realidade do resto do país, em termos pandémicos.

Sobre o convite efectuado pelo presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, a Boris Johnson, o “premier” britânico, considerou-o, aliás, uma iniciativa positiva.

Manifestou-se esperançado nas capacidades da economia regional para enfrentar mais este revés e esperar por dias melhores, e por outro lado, comentou não entender a exigência de teste de Covid-19 para entrada em Espanha, para quem chegue vindo de Portugal, via terrestre.

Na terça-feira realizar-se-á um almoço na residência oficial do representante da República, o Palácio de São Lourenço, no Funchal.

Don`t copy text!
%d blogueiros gostam disto: