CDS emite voto de congratulação pelo Dia da Criança

O CDS emitiu hoje mais um voto de congratulação. Desta feita, foi pelo Dia Mundial da Criança. Esta efeméride, recordam os centristas, assinalou-se pela primeira vez em 1950 por iniciativa das Nações Unidas, como alerta para os problemas que as crianças enfrentavam, em termos sociais e
humanitários.

Oficialmente, o dia é assinalado a 20 de novembro pela Organização das Nações Unidas, data em que no ano de 1959 foram aprovados pela Assembleia-Geral da ONU os Direitos da Criança. Nesse mesmo dia, mas no ano de 1989, foi adotada pela Assembleia Geral da ONU a Convenção dos Direitos da Criança que Portugal ratificou a 21 de Setembro de 1990. No entanto, ainda hoje, muitos desses princípios estão por cumprir, havendo milhões de crianças a viver em dificuldades extremas, inclusive nos países desenvolvidos, refere o partido.

Tendo em conta o presente contexto, é importante lembrar mais uma vez que a pandemia pelo COVID-19 trouxe inúmeros desafios à sociedade e às famílias, tendo claramente influência na vida das crianças. O encerramento das escolas e outras medidas de contenção tiveram um impacto direto no acesso das crianças a uma educação de qualidade, havendo um aumento do risco de abuso e violência, da ansiedade e do medo, como resultado do isolamento das crianças e das suas famílias, pois sendo as crianças mais vulneráveis, mudanças nefastas no seu ambiente podem condicionar negativamente o seu desenvolvimento social, cognitivo e emocional, salienta o deputado Lopes da Fonseca.