Dia Europeu do Mar assinalado hoje na Região

A Direcção Regional do Mar organizou hoje, para comemorar o Dia Europeu do Mar, a actividade “Para preservar, da praia ao mar vamos limpar!” em três concelhos da Madeira, nomeadamente Funchal, Santa Cruz (Reis Magos) e Ribeira Brava.

Esta é uma iniciativa que une a Direcção Regional do Mar ao Sanas Madeira, à Ardi/Mare Madeira e ao Clube Naval do Funchal.

Participaram na actividade quatro escolas azuis (Escola Básica de 1º Ciclo e PE da Nazaré, Escola Básica e Secundária Dr. Ângelo Augusto da Silva, EB2/3 do Caniço e EB e Sec. Padre Manuel Álvares) e três centros de mergulho com os seus mergulhadores (Scorpio Madeira/CMF, Calheta Dive, Mero Diving), informa a DRM.

Este evento de limpeza costeira de praia e subaquática decorreu na manhã de hoje, pretendendo sensibilizar os alunos de quatro Escolas Azuis da região para a temática do lixo marinho e a necessidade de proteger o oceano.

A iniciativa decorreu ao mesmo tempo em três concelhos diferentes: nomeadamente:

– Praia Formosa/Quinta Calaça (CNF)Clube Naval do Funchal, contando com 20 alunos de 4º ano da Escola Básica de 1º Ciclo e PE da Nazaré e com 10 alunos da Escola Dr. Angelo Augusto da Silva e com os mergulhadores do Centro de Mergulho Scorpio Madeira do CNF para a limpeza subaquática;

Praia dos Reis Magos, contando com 11 alunos de 5º ano da EB2/3 do Caniço e com os mergulhadores do Mero Diving Center e da equipa Arditi/MARE Madeira para a limpeza subaquática;

e Praia da Ribeira Brava, contando com 23 alunos de 7º ano da EB e Sec. Padre Manuel Álvares e com os mergulhadores do Calheta Dive para a limpeza subaquática.

Na actividade participaram ainda os técnicos da DRM, tanto na parte terrestre como na parte subaquática, para transmitirem os seus conhecimentos e os projectos de investigação que a DRM desenvolve nesta área como é o caso do projeto Implamac.

Este projecto é co-financiado a 85% pelo programa Europeu Interreg MAC 2014-2020 e visa criar um observatório que gere dados quantitativos e qualitativos sobre o impacto de microplásticos e diferentes poluentes nas praias dos arquipélagos das Canárias, Cabo Verde, Madeira e Açores. Será desenvolvido um programa de monitorização de microplásticos e diferentes poluentes nas areias e águas das praias dos quatro arquipélagos, o que mostrará o grau de contaminação existente e sua evolução.

O projecto também contempla contribuir para a melhoria do conhecimento do público em relação à contaminação por plásticos, incluindo a consciencialização da população. Termina em 2022.