Já principiaram as obras de requalificação da mata da Nazaré

Principiou a primeira fase das anunciadas obras de requalificação da mata da Nazaré. A secretária regional de Inclusão Social e Cidadania, Augusta Aguiar, acompanhada pelo presidente e pelo vogal do Conselho de Administração da Investimentos Habitacionais da Madeira, Bruno Pereira e Elias Gouveia, respectivamente, visitou o espaço verde que está a ser alvo de intervenção, refere uma nota.

O investimento do Governo Regional, no valor de meio milhão de euros, pretende transformar toda a área envolvente ao Bairro da Nazaré, com aproximadamente 12.500 m², sendo que será reforçada a actual estrutura verde e instalado um palco, equipamentos e mobiliário urbano, segundo se refere.

Para além do palco coberto, que terá o formato de coreto, será construída uma cafetaria com esplanada, um circuito de manutenção com equipamentos desportivos e um núcleo de recreio infantil e de actividade física, criando um espaço de lazer direccionado para as várias gerações. Ao longo de toda a área, será colocado mobiliário urbano diverso, como bancos, mesas e sinaléctica, anuncia-se.

A intervenção prevê a plantação de espécies arbóreas, arbustivas e herbáceas, definindo-se um espaço verde mais consistente, de maior valor ornamental e com mais utilidade para a população. Na zona central, surgirá uma área relvada de uso múltiplo.

Todo o espaço será coberto por uma vedação, sendo criado um percurso pedonal e outros percursos complementares nas periferias, com acessos para viaturas e zonas de estacionamento.

A obra será executada em duas fases. A primeira, que já se iniciou, deverá estar concluída no final deste ano. Prevê-se a conclusão da segunda fase para o final de 2022.

No decurso da visita, foi entregue aos serviços técnicos da IHM uma viatura de carga (de caixa aberta) para apoio nos trabalhos de manutenção dos espaços habitacionais dos diversos complexos habitacionais, nomeadamente os de jardinagem.

Este investimento, de cerca de 39 mil euros, na aquisição deste veículo revela-se importante na medida em que permite facilitar as tarefas em áreas verdes, como a visitada.

Augusta Aguiar referiu “a grande mais-valia da requalificação deste espaço nobre, localizado no maior bairro social gerido pela IHM na cidade do Funchal, que irá servir todos os seus habitantes, desde os mais jovens até os mais idosos, promovendo-se o convívio intergeracional e permitindo a realização de diversas actividades lúdicas e socioculturais”.