ALRAM vai erigir estátua aos profissionais da linha da frente da Covid-19

A Conferência dos Representantes dos Partidos decidiu homenagear com uma estátua “os profissionais de saúde que trabalharam e trabalham na linha da frente do combate à pandemia, bem como todos aqueles, que não sendo profissionais de saúde, deram o seu melhor para que a sociedade e a nossa economia continuassem a funcionar”. A revelação foi do presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, no final da reunião de hoje.

José Manuel Rodrigues explicou que “essa homenagem da Assembleia Legislativa vai ser traduzida através de um monumento que em tempo oportuno será realizado, bem como a sua inauguração.”

Nesta reunião, desta manhã, foi também “constituído o júri para o Prémio Emanuel Rodrigues, que será entregue no dia 19 de Julho”. A vice-presidente Rubina Leal é a presidente do júri que inclui “mais dois elementos da sociedade civil, a indicar pelo PSD e pelo PS”.

“A Conferência dos Representantes dos Partidos decidiu, também, participar no programa de trabalhos da Comissão Europeia para o próximo ano, que está a ser realizado pela Conferência das Assembleias Legislativas Regionais da Europa (CALRE)”, adiantou José Manuel Rodrigues.

Entre os temas em análise estão “as migrações para a Europa, o Acordo Verde Europeu, a possibilidade de caminharmos para uma União Europeia da Saúde, a digitalização da sociedade como parte da recuperação no pós-Covid, o emprego e a política social e a política de transportes na União Europeia. As Comissões parlamentares da Assembleia Legislativa enviarão documentos sobre esta matérias para que a CALRE possa reencaminhar esses contributos para a Comissão Europeia”, concluiu o presidente da ALRAM.