Rui Barreto anuncia programa de apoio MeP-RAM

O secretário regional da Economia, Rui Barreto, anunciou hoje a abertura do programa MeP-RAM, um apoio financeiro, excepcional e a fundo perdido, para ajudar as micro e pequenas empresas que desenvolvam a sua actividade nos sectores do comércio, restauração, animação turística e marítimo-turísticas, agentes de viagens, rent-a-car, alojamento e salões de cabeleireiro. O novo apoio tem uma dotação global de 5,2 milhões de euros, assegurada pelo Orçamento da Região.

Rui Barreto falava à margem da visita ao restaurante ‘Casa Itália d’Ajuda’, localizado no concelho do Funchal, um dos quatros estabelecimentos da cadeia de restaurantes de cozinha italiana, cujo proprietário é o empresário Germano Soares.

“Queria aproveitar a circunstância desta visita a um restaurante, para anunciar a todos os empresários da restauração, mas também do comércio e da animação turística, que abriu hoje o apoio a fundo perdido, chamado MeP-RAM. A partir de hoje, podem fazer as candidaturas e aproveitar este apoio no âmbito da Covid-19”, informou o governante.

O apoio a conceder às micro e pequenas empresas é equivalente ao valor de um IAS – indexante dos apoios sociais (438,81 euros) por cada trabalhador e abrange sócios gerentes remunerados.

A candidatura assume a natureza individual, apresentada por uma empresa, e deve ser submetida através de formulário electrónico disponível na plataforma Simplifica no “Apoio Financeiro MeP-RAM COVID”. Com a submissão do formulário electrónico, o beneficiário deverá efectuar, pela mesma via, a entrega da documentação exigida. As candidaturas permanecerão abertas até 30 de Junho de 2021.

O governante relembrou ainda que o Governo Regional está a avaliar as medidas em vigor, no sentido de alargar os horários de funcionamento dos estabelecimentos de restauração e similares.

“Estamos a reunir condições para, no próximo dia 26, fazermos uma avaliação da situação e decidirmos sobre o alargamento dos horários de funcionamento, o que permitirá um sinal de esperança e também com isso ajudar estas empresas que têm sido atingidas. Mas sempre a fazê-lo com gradualismo e com prudência, para não hipotecar o trabalho que foi feito”, afirmou.

“Quero também deixar uma mensagem de esperança. Nós temos feito uma contenção da pandemia, estamos com uma testagem alargada e também com o processo de vacinação a correr. Tenho a certeza que com a ajuda de todos, cumprindo com as regras, e com as recomendações das autoridades de saúde pública, nós estaremos em condições para fazer um alargamento seguro e com isso aproveitar o período de ouro que é o período do verão”, acrescentou.

O empresário detentor dos restaurantes ‘Casa Itália’ dedica-se ao sector há mais de três anos, sendo responsável por 22 postos de trabalho.  A par do negócio da restauração, a empresa tem em curso investimentos na área de produção e distribuição alimentar

Recentemente, no âmbito da pandemia, a empresa beneficiou de apoios abrigo do programa Adaptar-RAM.