Humberto Vasconcelos entregou apoios a 134 produtores de cereja

O governante com a pasta da Agricultura e Desenvolvimento Rural entregou hoje os apoios financeiros extraordinários aos produtores de cerejas e ginjas, cujas culturas foram severamente afectadas no ano passado devido a uma muito baixa taxa de frutificação resultante da falta de temperaturas suficientemente baixas durante o Inverno.

“A verba global deste apoio é na ordem dos 100 mil euros, para fazer face às perdas registadas, e vai beneficiar 134 agricultores”, referiu na oportunidade Humberto Vasconcelos, no Centro Cívico do Jardim da Serra, valorizando também “o importantíssimo trabalho que está a ser feito em termos técnicos, junto dos produtores, e que culminará com porta-enxertos mais adequados às condições dos solos e clima, no sentido de recuperar as árvores que estão com pouca produção, para que sejam no futuro mais resistentes às alterações climáticas”.

“Para além disso”, declarou, “está a decorrer um período de inscrições, junto dos agricultores que estejam interessados, para a substituição das árvores que têm produção zero e sem hipóteses de recuperação, que será garantida gratuitamente pelo Governo Regional”.

Humberto Vasconcelos aproveitou para frisar que, se o tempo continuar a ajudar, a produção de cerejas será muito melhor neste ano. “O próximo mês será determinante. Neste momento as cerejeiras estão a florir bem e tudo indica para que tenhamos uma produção muito superior comparativamente com o ano anterior”, disse.