Rampa de São Lázaro de novo estaleiro de sucata?

Rui Marote
Voltamos ao ex -calhau de São Lázaro: quem não recorda,uma operação para trasladar barcos que durante anos foram deixados ao abandono, e que acabaram por ser levados para o Porto Novo, onde ainda hoje apodrecem sem ninguém reclamar?
Desimpedir toda aquela zona não foi fácil, para que as obras pudessem prosseguir. Com a casa desimpedida e as obras concretizadas, todo aquele estaleiro ficou de “cara lavada”.
Mas entretanto voltámos ao passado: a rampa e toda aquela área começa a ser um cemitério de fingers e outras plataformas, ocupando espaços. Muito em breve acabaremos por ter de novo a sucata que antes tínhamos, por este andar.
As imagens são elucidativas. Os pescadores de pequenas embarcações que estacionam naquela área e pagam à APRAM taxas estão sem acesso a terra, porque o pontão serve somente para acostagem.