Docente da UMa em Comissão de Ética para a Investigação Clínica

Clementina Morna, docente da Escola Superior de Saúde da Universidade da Madeira (ESS-UMa), integra o grupo de membros da Comissão de Ética para a Investigação Clínica (CEIC), no mandato 2021-2023.

Criada em 2004, a CEIC é, segundo o disposto na Lei nº 21/2014 de 16 de abril, um organismo dotado de independência técnica e científica que funciona junto do INFARMED, I. P., sob a tutela do membro do Governo responsável pela área da saúde e constituído por individualidades ligadas à saúde e a outras áreas de aftividade, cuja principal missão é garantir a protecção dos direitos, da segurança e do bem-estar dos participantes nos estudos clínicos. Esta comissão é também responsável pela avaliação prévia e a monitorização de todos os ensaios clínicos e estudos com intervenção de dispositivos médicos de uso humano.

Os membros deste organismo são designados pelo Ministério da Saúde, tendo como critério de seleção serem personalidades com reconhecida experiência nas áreas da bioética, da genética, medicina, das ciências farmacêuticas, da farmacologia clínica, da enfermagem, da bioestatística, bem como nas áreas jurídica e teológica e outras que garantam os valores culturais da comunidade.

Clementina Morna é enfermeira especialista em Enfermagem Médico-Cirúrgica. Tem mestrado em Ciências de Enfermagem e pós-graduação em Filosofia-Bioética, pela Faculdade de Filosofia da Universidade Católica Portuguesa-Braga. Atualmente, é Professora adjunta na ESS-UMa, membro da Comissão de Ética da UMa e da Associação Portuguesa de Bioética-Pólo Madeira.

A CEIC inclui cerca de duas dezenas de especialistas ligados ao Ensino Superior, de onze instituições portuguesas, nomeadamente Universidade do Algarve; Universidade de Aveiro; Universidade da Beira Interior; Universidade de Coimbra; Universidade de Évora; Universidade Fernando Pessoa; Universidade da Madeira, Universidade do Minho; Universidade de Lisboa; Universidade Nova de Lisboa e Universidade do Porto.