CDU critica CMF por não dar cumprimento à atribuição de suplemento de penosidade

A CDU veio criticar a Câmara Municipal do Funchal pelo facto de não ter dado cumprimento à Resolução aprovada pela Assembleia Municipal do Funchal, sob proposta da deputada da CDU, que requeria a imediata aplicação em 2021 do “Suplemento por trabalho em condições de penosidade e insalubridade”. Segundo a CDU conseguiu apurar junto de trabalhadores autárquicos, a CMF, que deveria já neste mês de Janeiro ter procedido ao correspondente pagamento, faltou a essa obrigação.

A CDU contesta “aquela prática de ataque aos direitos dos trabalhadores por parte da CMF, mais ainda quando são direitos que deveriam ser garantidos a trabalhadores especialmente expostos a situações de maior exigência no serviço à comunidade em tempos de elevado risco para a saúde pública”.

Esta estrutura política exige que da parte da Câmara do Funchal seja dado cumprimento à decisão da Assembleia Municipal do Funchal e seja pago, com a maior urgência, o valor do “Suplemento por trabalho em condições de penosidade e insalubridade”, contando já o correspondente aos valores deste mês de Janeiro.