Miguel Albuquerque amanhã no lançamento de livro de Rui Carita

Rui Carita

O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, estará amanhã, dia 17 de Dezembro de 2020, pelas 12 horas, no auditório do Colégio dos Jesuítas, na apresentação do livro ”História da Madeira. Século XX – O caminho para a Autonomia”, de Rui Carita.

Este é o sexto e último volume de uma edição lançada, através da Imprensa Académica, pela Associação Académica da Universidade da Madeira, com o apoio da Secretaria Regional do Turismo e Cultura, salienta uma nota da Quinta Vigia.

Trata-se de uma obra editada com o objectivo de celebrar os 600 anos da Madeira e do Porto Santo e que destaca a importância da Autonomia, passando pelos vários eventos que marcaram as duas metades do século XX quer a nível nacional quer internacional ( como o fim da Monarquia, a Primeira República, as grandes guerras mundiais, o Estado Novo, a ditadura e a Revolução do 25 de Abril; a democracia, a Autonomia e a criação do governo próprio  a anteceder o estatuto de Região Ultraperiférica Europeia).

Na obra são igualmente destacadas figuras e acontecimentos relacionados com este longo percurso.

O livro traça com detalhe a realidade insular durante o século XX e está enriquecido com cerca de 200 ilustrações e várias notas explicativas.

Este trabalho é o culminar de uma colecção que se iniciou com o século XV, sendo os restantes volumes, todos eles de autoria de Rui Carita, dedicados a cada um dos séculos seguintes.

Rui Carita nasceu em 1946 e é historiador, professor catedrático de Arte e Design da UMa, onde foi vice-reitor e pró-reitor para a área de projectos científicos. Foi ainda professor convidado da Universidade de Pisa e trabalhou na área de recuperação e património com a Universidade de Santa Catarina, no Brasil. Esteve também nos Emirados Árabes Unidos no projecto de arqueologia nas antigas fortalezas portuguesas do Golfo da Arábia.

É o autor dos seis volumes da colecção “História da Madeira”, que começou há seis anos.

Rui Carita publicou várias obras sob a chancela da Imprensa Académica, entre as quais “Colégio dos Jesuítas – Memória Histórica “, que assinalou a abertura do antigo Colégio dos Jesuítas do Funchal e que é uma das 50 obras que tem o seu nome.

A Associação Académica da Madeira foi criada em 1991.

A Imprensa Académica é uma editora universitária portuguesa, criada em 2014 pela Associação Académica da Universidade da Madeira, que desenvolve linhas editoriais que reflectem a atividade científica das universidades e das demais instituições de ensino superior. Tem por missão a publicação de obras de mérito científico e cultural, prossegue o comunicvado governamental.

Ao longo dos anos tem publicado em vários domínios do saber, para promover e fomentar a investigação científica, além de divulgar os trabalhos produzidos nas instituições de ensino superior e incentivar a interacção com a sociedade.

Desde a sua génese, publicou 48 obras em várias áreas do saber, por iniciativa da sua equipa de voluntários e colaboradores, alunos e antigos alunos, e de propostas recebidas por autores, professores, investigadores e organizações.