CDU quer que a CMF cumpra a promessa da obra da vereda do Lombo da Quinta

A CDU foi hoje ao Lombo da Quinta, na freguesia de São Gonçalo, onde a deputada municipal da CDU, Herlanda Amado, criticou o actual executivo da Câmara Municipal do Funchal, que, e, seu entender “tem tentado fazer passar a ideia de um concelho equilibrado e com desenvolvimento igual, entre o centro urbano e as zonas periféricas”. Porém, afirmou, esta é uma imagem que tem vindo a ser desmontada com iniciativas como as que a CDU tem vindo a desenvolver, “mostrando o Funchal real vivido por milhares de pessoas”.

Como exemplo, deu os moradores da vereda do Lombo da Quinta, “que esperam e desesperam pelo prometido arranque da obra de alargamento desta vereda. Esta é mais uma, das muitas obras que já vem sendo prometida há muitos anos, mas que à semelhança de tantas outras, tarda em arrancar e sair do papel”, disse.

Esta já é uma promessa antiga dos executivos do PSD, mas que tem vindo a ser prorrogada no tempo pelo executivo do PS de Paulo Cafôfo e agora pelo executivo de Miguel Gouveia, denunciou.

“Muitas foram as idas às sessões públicas da Câmara Municipal e com a continuada pressão dos moradores, esta obra tem entrado de orçamento em orçamento, mas teimosamente por inércia ou incompetência política, não sai do papel”, lamentou.

“As populações vêm sendo enganadas e estão cansadas da postura inaceitável da autarquia e exigem que sejam tomadas medidas urgentes de intervenção nesta localidade, para permitir por exemplo, que os meios de socorro possam acudir as pessoas em caso de necessidade, porque actualmente sendo necessário uma ambulância esta torna-se uma missão quase impossível, devido às condições dos acessos circundantes”, queixou-se Herlanda Amado.