Miguel Gouveia e embaixador falaram de turismo no Funchal e da comunidade alemã

O presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, recebeu onten, nos Paços do Concelho, o embaixador da Alemanha em Portugal, Martin Ney, que cumpre, pela primeira vez, uma visita oficial à Região, neste caso por ocasião da tomada de posse do Cônsul Honorário da República Federal da Alemanha na Madeira, Sérgio Sousa.

O autarca e o diplomata falaram da realidade actual da cidade do Funchal num ano marcado por uma grave crise de saúde pública, tendo Miguel Silva Gouveia apresentado “as medidas que têm vindo a ser implementadas pelo actual Executivo camarário, no sentido de assegurar que todos possam visitar e usufruir das experiências que a cidade tem para oferecer com segurança”, tendo ambos comungado da opinião de que “não podemos, de forma alguma, parar as nossas actividades em contexto de pandemia, temos antes que nos adaptar, e é isso que o Funchal tem feito.”

Miguel Silva Gouveia considera que “este tem sido um desafio bem cumprido, adaptando desde logo as nossas vivências enquanto comunidade local, mas também enquanto destino turístico, e apostando em dar a confiança a quem aqui trabalha e reside, o que inclui a comunidade alemã na Região, que conta com 600 cidadãos residentes, o que é depois largamente ultrapassado pelo contingente em termos turísticos, sendo a Alemanha um dos nossos principais mercados a esse nível.”

Miguel Silva Gouveia e Martin Ney trocaram, igualmente, impressões sobre a geminação do Funchal com a cidade alemã da Leichlingen, “uma das geminações do Funchal com maior profundidade de relacionamento e partilha comum. Esta tem sido uma cidade irmã muito presente para os funchalenses, com visitas anuais de parte a parte, nomeadamente na área da protecção civil e dos bombeiros, onde temos vindo a estreitar os laços de cooperação e amizade desde há quase duas décadas, algo que prezamos muito e que está para durar.”

O edil abordou, por fim, com o embaixador o desígnio que é fazer do Funchal Capital Europeia da Cultura em 2027, apelando à sua colaboração “para que promova o multiculturalismo que a cidade do Funchal tem na sua identidade e que tanto diz ao povo alemão, desde há muitas décadas a esta parte. Este deve ser um projecto integrador para todos os nossos agentes turísticos e registo, com apreço, a receptividade do Sr. Embaixador neste sentido.”