Vice-Presidência assegura que intervenção na Ponta do Sol não prejudicará a época balnear

A Vice-Presidência do Governo Regional da Madeira respondeu às declarações proferidas hoje pela presidente da Câmara da Ponta de Sol, Célia Pessegueiro, que criticava a realização de obras em plena época balnear. Num ofício enviado hoje à autarca, são recordados os termos em que foi anunciada a intervenção na praia junto ao centro daquela vila.

O ofício, divulgado pela Vice-Presidência, recorda que, “como foi oportunamente esclarecido, aquando do anúncio da intervenção, a realizar pelo Governo Regional na protecção marítima da praia da Ponta de Sol, é nossa intenção dar resposta às diversas solicitações da população do concelho, que anseiam por uma melhoria das condições de fruição balnear”.

Ora, prossegue o ofício, “sabendo que se trata de uma obra marítima, que só pode ser realizada com boas condições de agitação marítima, não nos restou outra opção senão executá-la no início do Verão”.

Mais informa, que “o Governo Regional optou, precisamente, por realizar a intervenção por via marítima, por forma a minimizar qualquer possível transtorno que pudesse causar aos banhistas, até pelo curto prazo previsto para a sua realização, pelo que não haverá qualquer interrupção da época balnear”.

A Vice-Presidência contraria Célia Pessegueiro ao referir que “não só não será prejudicada a época balnear, como a referida intervenção, ao reforçar a protecção da praia, irá contribuir para a dinamização do comércio local”.

Por último, considera até que “é de estranhar que a presidente do executivo camarário venha agora manifestar esta (desnecessária, na nossa opinião) preocupação, quando tal não se verificou aquando da parcial destruição do espaço de restauração existente na praia, em temporais anteriores, quando a autarquia fui chamada a intervir e não o fez”.