Pedro Ramos: quarentena nos hotéis reduzida; SESARAM retoma operacionalidade habitual

Pedro Ramos disse hoje que o Serviço Regional de Saúde estará novamente operacional, como de hábito, no dia 8 de Julho, tal como antes da pandemia. O secretário regional da Saúde e Protecção Civil falava hoje durante a habitual conferência de imprensa do IASAÚDE, às sextas-feiras. As urgências, por outro lado, abrirão por fases. A costa norte deverá abrir as urgências já a partir do supracitado dia. As consultas vão prosseguir também no Hospital Dr. Nélio Mendonça, mas com os utentes a serem testados. Por outro lado, adiantou, a quarentena para os recém-chegados à Madeira passa a durar uma semana, com os cidadãos a ser testados à chegada, conforme já tinha dito à RTP-M. Ao fim de uma semana, se o resultado dos testes realizados for negativo, os indivíduos analisados poderão sair, sendo submetidos a novo teste ao 14º dia. “É uma estratégia do GR” que prepara o que será implementado em Julho, com a realização de testes à chegada.

O governante congratulou-se com a evolução da curva epidemiológica na Madeira, sem óbitos nem Cuidados Intensivos assoberbados com doentes, e com todos os cidadãos a serem “agentes de saúde pública”.

Sobre as polémicas do “Habeas Corpus” levantado por alguns cidadãos junto dos tribunais, contra o confinamento nos hotéis, opinou: “Se calhar, inconstitucional é o facto de não nos deixarem proteger a nossa população”. Mais de 1400 cidadãos, disse, têm estado nos hotéis, durante 14 dias, a cumprir a quarentena. Enunciou, por outro lado, que a maioria dos cidadãos que têm chegado ao aeroporto já vêm com teste feito; foi o que aconteceu com “500 e tal” passageiros recentemente chegados, contra cerca de 100 que tiveram de seguir para o confinamento nos hotéis.

Garantiu que o Governo Regional “tem um plano para a fase da retoma”.