JPP considera que empresários não podem esperar até 21 de Abril

O JPP considerou que, relativamente às linhas de apoio à Economia e ao tecido empresarial, os prazos agora definidos pelo Governo Regional da Madeira, nomeadamente para a linha INVEST RAM 2020 – Covid 19, serão tardios e contraditórios nas datas e nas expectativas criadas às empresas.

A 26 de Março, o presidente do Governo Regional da Madeira anunciou e comprometeu-se com esta ajuda a fundo perdido às empresas num prazo máximo de 15 dias, o que perfazia até 10 de Abril, diz o partido.

Uma situação que o vice-presidente Pedro Calado esta semana, na Comissão Permanente na Assembleia confirmou e adiantou que iria antecipar a data, ou seja ainda antes do dia 10 de Abril. “Agora, vem o secretário regional da Economia falar do dia 21 de Abril. Uma trapalhada, um “barco sem arrais” que está a deixar o sector empresarial em polvorosa”.

“Quando os Açores já iniciaram os primeiros pagamentos nesta segunda-feira, 30 de Março de 2020, nós andamos aqui a saltitar de promessa em promessa, de data em data, de expectativa em expectativa, e os empresários sem saber o que fazer”, refere o JPP.

Por outro lado, o partido pede ao Governo Regional e ao secretário regional da Economia que venha apresentar boas notícias, e que estabeleça rapidamente às micro e pequenas empresas, dos apoios de 2018, nomeadamente do SI FUNCIONAMENTO que, ainda, estão atrasados e por pagar de 2018, e que dará liquidez e tesouraria às empresas nesta fase muito difícil, conclui o comunicado.