Há vida em Chernobyl, depois de Chernobyl [vídeo]

¡AF!