PSD enaltece papel social das Casas do Povo

O Grupo Parlamentar do PSD destacou, ontem, a importância do trabalho que é desenvolvido pelas Casas do Povo da Região junto das populações. Um serviço público meritório que, apoiado pelo Governo Regional, revela-se essencial no apoio e na dinamização sociocultural das localidades onde se encontram, através de uma oferta variada de ocupação de tempos livres “que faz toda a diferença” para os dela usufruem.

Trabalho que foi enaltecido numa visita à Casa do Povo de Santo António da Serra – que completa, este ano, 25 anos de existência – onde a deputada Cláudia Gomes fez questão de vincar o papel que estas entidades promovem, assim como também a entrega e dedicação dos seus dirigentes.

“Estamos perante instituições que são exemplares nos serviços que prestam e que, diariamente, contribuem para a descentralização da oferta formativa e cultural a localidades onde nem sempre existe essa oferta de ocupação de tempos livres e é por isso que consideramos este trabalho uma mais valia para a nossa sociedade”, disse, na ocasião, a deputada Social-democrata, lembrando, também, que a entrega, o voluntariado e o espírito de missão com que os dirigentes das Casas do Povo desempenham as suas funções, dando muito de si mesmos e do seu tempo e saber à causa pública, merecem, igualmente, todo o reconhecimento.

Entre outras atividades, explicou Cláudia Gomes, as 42 Casas do Povo existentes na Região promovem Cursos de Informática, de Culinária, de Costura e de Doces Tradicionais e associam-se, também, a festas temáticas que lembram e promovem a cultura local e, sobretudo, envolvem a comunidade. Isto a par da existência de Centros de Convívio, nalgumas das Casas do Povo, onde as populações têm a oportunidade de conviver e confraternizar, o que, naturalmente, é fundamental para promovermos uma participação ativa e saudável nestas organizações e na própria vida em coletivo.

“É uma mais valia e uma aposta ganha do Governo Regional e é também por isso que esperamos que todo este trabalho venha a ter continuidade, em prol das populações a que se destina”, sublinhou a deputada.