PSD-M afirma que “obrigou” o governo central a dar mais dinheiro à RTP-M em 2020

O PSD Madeira veio hoje afirmar que “obrigou” o Governo da República a dar mais dinheiro à RTP-Madeira este ano, através da elaboração, aprovação e implementação em 2020 do Plano de investimentos do Centro de Produção da RTP/Madeira, acompanhado do correspondente cronograma operativo.
“Esta foi uma das duas propostas de alteração ao Orçamento do Estado, da autoria dos deputados do PSD/Madeira eleitos à Assembleia da República, que foi ontem aprovada, com os votos a favor do PSD, CDS-PP, PCP, BE, Chega, PAN e com os votos contra do PS e da Iniciativa Liberal”, refere uma nota de imprensa.
A outra proposta dos deputados do PSD/M que foi aprovada obriga à entrega imediata, à Madeira e ao SESARAM, dos pagamentos das autarquias locais, serviços municipalizados e empresas locais. Pagamentos estes que, até à data, eram retidos pela Direcção – Geral das Autarquias Locais (DGAL) mensalmente e não entregues de forma imediata, como deviam, ao Serviço Regional de Saúde da Madeira, asseveram os social-democratas.
“Conseguimos fazer aprovar mais duas propostas da Madeira, na Assembleia da República, mesmo com o voto contra do PS. Espero que o PS e, em particular, os deputados socialistas madeirenses, alterem a sua estratégia para que, neste terceiro dia de votações, deixem de votar contra a Madeira e os madeirenses”, referiu, a este propósito, a deputada social-democrata Sara Madruga da Costa.