Farinha convidou entidades para irem ao “Terreiro”, Albuquerque diz que o Savoy requalificou toda a zona

Albuquerque restaurante ERestaurante Savoy PalaceAlbuquerque restaurante SavoyTerreiroAlbuquerque restaurante savoy CAlbuquerque restaurante DRubina Leal restaurante savoyAlbuquerque restaurante savoy FPrada restaurante SavoySavoy restauranteO novo espaço de restauração, no Funchal, está integrado no projeto de construção do Savoy Palace, do grupo Avelino Farinha. “Terreiro”, assim se denomina, abre ao público este sábado, 19 de outubro, e terá áreas de restauração e Gastrobar com cartas assinadas pelo Chef Alexandre Henriques e do mixologista Zózimo Castro.

Localizado na Rua Imperatriz D. Amélia nº107, no Funchal, o restaurante Terreiro “aposta na sustentabilidade e privilegia os produtos frescos de produtores locais, com uma carta que cruza a tradição madeirense com as mais recentes tendências internacionais. No mesmo edifício estará a funcionar o Gastrobar, com uma seleção de cocktails da autoria de Zózimo Castro, alternativa perfeita para quem deseje apenas petiscar ou beber um copo ao fim de tarde”, refere uma nota enviada à comunicação social.

Mas se abre ao público este sábado, esta sexta-feira foi dia de receber as entidades oficiais, um momento partilhado nas redes sociais para recordar abertura daquela área de restauração. O presidente do Governo Regional foi um dos presentes, também as imagens publicadas no Facebook do Governo e do próprio Miguel Albuquerque mostram os vice presidentes da Assembleia Rubina Leal e José Prada, bem como os secretários da Economia e do Turismo, Rui Barreto e Eduardo Jesus.

O presidente do Governo Regional disse, no momento, que o projeto do Savoy não se confinou à construção de um novo hotel “mas sim de uma centralidade e a requalificação de toda a área envolvente. Temos uma área onde vamos ter lojas, restaurantes, uma acessibilidade totalmente requalificada. E esse foi um dos motivos que levaram á aprovação do projeto do Savoy.

O investimento no restaurante “O Terreiro” foi de 2 milhões de euros e criou 35 postos de trabalho.