Jerónimo define como objetivo da CDU passar o ordenado mínimo para 850 euros

Jerónimo Sousa CDU 6 de outubroO líder nacional da CDU disse hoje que só depois de assumidas as formalidades de formação do Governo é que o partido irá assumir o seu posicionamento político, inscrevendo como um dos objetivos a passagem do ordenado mínimo nacional para 850 euros. Não fechou, no entanto, a porta ao entendimento numa solução governativa, como aconteceu na última legislatura.

Jerónimo de Sousa diz que”os resultados conhecidos traduzem um quadro parlamentar com a relação de forças semelhante à de 2015. Ficou claro, nestes anos, que foram dados passos importantes, com uma solução de viabilidade governativa. Ficou claro que as medidas negativas que se evitara, não são suficientes para resposta aos problemas nacionais. A situação do País, coloca hoje, com mais força, a necessidade de romper com uma política do grande capital”.

O líder da CDU perometeu que o partido continuará a defender os trabalhadores, correspondendo aos “compromissos que assumimos”, embora amitindo que, com estes resultados, a defesa dos trabalhadores sai enfraquecida. A CDU e as forças que a compõem cá estarão. será, como sempre, a luta para impedir retrocessos.