Paulo Neves renova compromisso dos candidatos do PSD-M para com a Região

O candidato do PSD-Madeira às eleições legislativas nacionais de domingo, Paulo Neves, renovou hoje um compromisso com os cidadãos da Região, prometendo “continuar a lutar para que o Governo da República cumpra com o que não fez pela Madeira e assuma, de uma vez por todas, as suas responsabilidades no respeitante ao princípio da continuidade territorial e ao direito à mobilidade (…)”. No último dia de campanha, frisou que “os deputados do PSD eleitos pela Madeira na Assembleia da República foram os únicos a travar todas as batalhas, do inicio ao fim, em nome do que era melhor para a Região”, e apontou a necessidade de representantes dos madeirenses e porto-santenses no parlamento nacional que insistam em ver ultrapassadas as injustiças de que foram alvo, por parte da governação socialista, assim como resolvidos os dossiês pendentes que “só não foram resolvidos porque o PS e, concretamente, os deputados socialistas eleitos pela Madeira, ficaram do lado de António Costa e não daqueles que os elegeram”.

Citou como exemplos o caso da proposta para a alteração do subsídio de mobilidade, que, depois de aprovada, por unanimidade, na Assembleia Legislativa Regional, foi chumbada em São Bento pelos socialistas e só foi aprovada, no fim da legislatura, em pleno período de campanha eleitoral. Uma proposta que “poderia ter sido aprovada e implementada há muito (…), criticou..

“Continuaremos a lutar para que este novo modelo de mobilidade seja implementado pelo Governo da República e que não se fique por mais uma intenção eleitoral, assim como continuaremos a defender que o Estado cumpra com as suas obrigações no respeitante à mobilidade marítima e o compromisso que fez e reiterou na noite em que perdeu as Eleições Regionais”, asseverou Paulo Neves, sublinhando, precisamente por isso, a importância do voto a 6 de Outubro no PSD, “naqueles que sempre cumpriram, que nunca mentiram e que nunca defraudaram as expectativas” dos habitantes da RAM.