Cafôfo preocupado com saída de jovens da Madeira por falta de empregos e com quebras no Turismo

Paulo Cafôfo na Ribeira BravaO candidato socialista às eleições regionais de 22 de setembro, esteve esta manhã, na Ribeira Brava, prosseguindo o contacto de proximidade com a população e “levando uma mensagem de esperança e as propostas do partido”, como refere uma nota do gabinete de comunicação do partido.

Uma ocasião em que Paulo Cafôfo se mostrou “preocupado com a questão da falta de emprego, particularmente no que diz respeito aos jovens. Infelizmente, nós temos assistido a muita emigração, principalmente de pessoas novas, que não têm oportunidade aqui na Madeira e são obrigadas a sair», constatou o candidato, adiantando que não se conforma e não aceita que «a nossa Madeira não dê oportunidades àqueles que querem dar o seu contributo».

Por isso, o cabeça-de-lista do PS-M às eleições legislativas regionais afirmou que “é preciso olhar para a criação de emprego, acrescentando que além de estimularmos a economia, precisamos de apostar na qualificação», pois, «quanto mais qualificação, quanto mais educação, melhores empregos e melhores salários». Neste âmbito, defendeu que a escolaridade obrigatória tem de ser gratuita, no que se refere aos transportes, à alimentação e aos manuais”.

Regionais 2019

Para além disso, Paulo Cafôfo disse que há que olhar para os setores tradicionais, que estão abandonados, apontando o caso da agricultura. No que concerne ao turismo, constatou que tem estado a cair nos números, seja dos valores por quarto, seja no número de passageiros e de turistas que entram pelo aeroporto. «Precisamos de complementar isto com a inovação, com o conhecimento e com algo que está aqui à nossa volta, o mar. Nós temos de criar empregos, diversificando a economia e criando condições para que os jovens possam fixar-se aqui na Madeira. Isto é o que fará o PS, porque eu não me conformo e não aceito mesmo que tantos jovens tenham de emigrar», frisou.