CDU foi ouvir reclamações da população funchalense no Dia da Cidade

A CDU promoveu esta manhã uma acção política em várias zonas do concelho do Funchal, apresentando as conclusões em São Gonçalo. “Aqui ouviram-se as críticas, daqueles que se sentem relegados para as margens do desenvolvimento e que são continuamente esquecidos pelos governantes”, diz o partido.

Segundo Herlanda Amado, o alargamento da Vereda do Lombo da Quinta, São Gonçalo, é uma obra, à semelhança de tantas outras, que tem sido prometida por vários executivos ao longo dos anos, mas que tarda em arrancar.

Diz esta responsável que começou por ser prometida por Miguel Albuquerque, enquanto presidente da Câmara do Funchal, e já com o executivo presidido por Paulo Cafôfo, “não tem passado de uma promessa, para desespero das populações que residem nesta localidade”.

“Neste jogo das falsas promessas, que são partilhadas por Albuquerque e Cafôfo, as populações vêm sendo iludidas e prejudicadas, tendo em conta a importância e a urgência de uma ligação rodoviária, que garanta uma acessibilidade em segurança para quem aqui reside. Estes são os esquecidos e excluídos dos processos de investimento público pelos governantes. Aqui como acontece em tantos lugares, os graves problemas das populações estão a ser adiados”.

A CDU promete continuar a denunciar as inércias dos governantes, sejam elas da Câmara Municipal do Funchal ou do Governo Regional.