RIR alerta para “falsos profetas” que na campanha “vão a mais missas do que os próprios padres”

rirO Partido RIR alerta os Madeirenses e Portosantenses para “não se deixarem levar por falsos profetas, que na altura da campanha eleitoral, vão a mais missas que os próprios padres”.

“Muitos dos candidatos que hoje aparecem, nos primeiros bancos das igrejas, que participam nas procissões e nos arraiais, não metem os pés nas igrejas, durante todo o ano e agora porque lhes dá jeito, vão a tudo, à procura de uma fotografia com o padre local, para usarem na campanha, mesmo que depois deste virar as costas, digam as maiores barbaridades sobre eles”, refere a nota enviada à comunicação social.

“As pessoas devem reflectir, sobre a forma de fazer política e não se deixarem enganar, por estes lobos vestidos de cordeiros, que usam a igreja para caçar mais alguns votos, fazendo lembrar os fariseus que iam aos templos apenas e só, para fazer negócio. Cuidado com estes “novos cristãos”, pois eles pensam neles e só neles”.