Iniciativa Liberal aponta medidas para a gestão sustentável do Ambiente

iniciativa liberal

“A gestão sustentável do ambiente é a única forma de garantir que as gerações actuais satisfazem as suas necessidades, sem colocar em risco a satisfação das necessidades das gerações vindouras”. Esta posição foi assumida pela candidatura da Iniciativa Liberal às eleições regionais de 22 de setembro.

“O sistema de economia linear actualmente ainda em uso, trata os recursos naturais como se estes fossem infinitos, extraindo-os continuamente e transforma-os, com base em sistemas de extracção e produção com elevados índices de poluição e de produção de resíduos. Os produtos são concebidos para terem uma vida útil reduzida, com o intuito de serem descartados, em detrimento, quer da sua reparação, em caso de avaria, quer da sua reutilização/reciclagem, quando a sua vida útil chega ao fim. Assim devem os serviços públicos dar o exemplo adoptando políticas sustentadas nos princípios da reparabilidade, da reutilização e da reciclagem, visando o “desperdício zero”;

Para a IL “é urgente mudar o paradigma para conceitos de produção circular, com sistemas de extracção e produção “limpos”, com a criação de produtos, através do ecodesign, facilmente reparáveis e reutilizáveis, e, principalmente em que os produtos em fim de vida, bem como os resíduos gerados na sua produção, entrem novamente nos
sistemas produtivos, como matérias-primas, para a mesma ou para outras indústrias, diminuindo, assim, acentuadamente a extracção de recursos naturais. Os que sigam estas práticas devem ser incentivados com a aplicação de fiscalidade ambiental com a atribuição de créditos fiscais”.

O partido quer, gradualmente, “eliminar na Administração Pública o uso do plástico; Melhorar o sistema de tratamento de águas residuais nas ETAR de modo a que as águas tratadas sejam reaproveitadas para rega, lavagem, etc., aplicando-se mais uma vez princípios ambientais de uma economia circular; Melhorar a gestão e a reciclagem de resíduos sólidos; Promover a revisão do Plano Regional da Política de Ambiente
tornando mais transparente todo o processo e as respectivas
estratégias, directrizes e medidas; Recuperar as áreas ardidas que são propriedade do Estado segundo um plano de recuperação da floresta natural da Laurissilva,
Património Mundial declarado pela UNESCO; Actuar, com mão pesada, sobre aqueles que, ao arrepio da lei maltratarem os animais”.

Regionais 2019

A Iniciativa Liberal Madeira pretende adotar o lema: “Mais Reciclagem, Menos Desperdício, Mais Sustentabilidade”, visando e potenciando uma consciência ambiental
mais ampla, focada na mudança de comportamento de cada indivíduo apostando na política dos 5 R’s (Reduzir, Reutilizar, Recuperar, Renovar e Reciclar)”.