Cafôfo reafirma empenho na causa animal

Paulo Cafôfo visitou, hoje, no Funchal, a clínica veterinária solidária, gerida pela associação AMAW – Madeira Animal Welfare. Um projeto que o anterior edil se orgulha de ter implementado, e que resultou na recuperação da antiga escola do Faial, em Santa Maria Maior, edifício ao qual foi dada uma outra função, através de uma parceria com a associação AMAW, passando a ser um espaço para esterilizações de animais errantes ou de animais cujos donos não têm as condições económicas para poderem efectuar uma cirurgia de esterilização.

Nesta oportunidade, o cabeça de lista do PS-M às eleições legislativas regionais de 22 de Setembro salientou que “a questão da causa animal é algo que deve estar no centro das políticas do Governo Regional, sempre em articulação com as autarquias”.

Cafôfo considerou inadmissível que, no século XXI “ainda continuem a existir maus tratos e abandono de animais”. Para ele, o abate não é a solução, que passa, isso sim, pelo não abandono. Outra forma é, quando existem animais errantes, as entidades públicas poderem actuar, à semelhança do que acontece com este exemplo hoje visitado, de uma associação sem fins lucrativos da sociedade civil que faz esterilizações e coloca o chip.

Para além disso, Paulo Cafôfo entende que há que criar na Região centros de recolha animal, em colaboração com as autarquias. “O Porto Santo tem um e temos de ter aqui na Madeira outros centros de recolha, para recepção dos animais, para esterilização e colocação do chip e depois a devolução através da adopção, que também deve ser feita, ou a devolução à própria comunidade”, afirmou.

Esta intervenção entre a educação, os centros de recolha animal e a esterilização é fundamental para tratarmos os animais com a dignidade que merecem, considera o candidato socialista, acrescentando que “os parâmetros de uma sociedade desenvolvida podem ser aferidos pela forma como tratamos os nossos animais”.