Professores querem regularização das carreiras e conclusão dos processos de avaliação

BE Professores 25 de junho 2019
Uma delegação do Bloco de Esquerda Madeira reuniu-se com o Sindicato dos Professores da Madeira.

A necessidade de regularização das carreiras e a conclusão dos processos de avaliação pendentes, foram questões colocadas pelo Sindicato dos Professores da Madeira no âmbito de um encontro mantido com uma delegação do Bloco de Esquerda Madeira, sendo que o objetivo deste partido é ouvir as sugestões para o seu manifesto eleitoral tendo em vista as próximas eleições regionais.
A delegação bloquista foi composta por Paulino Ascenção e Rui Ferrão, da comissão política regional e a do SPM por Francisco Oliveira e Jackeline Vieira.

O BE cnstatou que “a média de idades dos professores no ativo é elevada e urge implementar medidas para permitir a entrada de novos professores nas escolas e combater o desgaste e envelhecimento dos docentes. Conforme propõe o sindicato e muito bem, medidas tais como redução da componente lectiva a todos os docentes, possibilidade de isenção dessa componente a partir dos 60 anos de idade, proteção dos docentes com doenças graves, prevenindo o regresso ao serviço antes de estarem recuperados. Importante será a criação de um regime de pre-reforma para a função pública regional”.

Outra preocupação do Bloco, partilhada com o SPM, é o desinvestimento na escola pública, em particular no pré-escolar, onde a Madeira foi pioneira no país ao criar um rede pública e agora deixa-a degradar-se para favorecer o setor privado. A integração das pré-escolas com escolas do primeiro ciclo, foi um passo para desvalorizar a rede pública. O privado anuncia maior flexibilidade de horários e calendário para as famílias, o que é conseguido a custa de abusos e da exploração dos profissionais docentes e não docentes, do incumprimento de tabelas salariais e dos horários de trabalho. A defesa da escola pública e o fim de ajudas públicas a escola em zonas onde existe oferta pública é um dos compromissos fortes do BE, no plano regional e em todo o País.